QUINTO PASSO: QUAL A IMPORTÂNCIA DA DIVERSÃO?

Diversão. Tá aí um assunto muito sério pra mim.

Pois é… A gente tem a mania de achar que a seriedade é o oposto da diversão.

… Mas será que isso faz sentido?

Para e pensa, por um segundo, no seguinte cenário: você entra numa sala de reunião e estão todos dando risada, descontraídos, parecendo se divertir à beça. O que se passaria pela sua cabeça? Alguma chance de você acreditar que essas pessoas estão, de fato, trabalhando – e de forma muito séria?

Pouco provável, né? Confesso que, por muito tempo, eu entraria nessa sala e imediatamente pensaria que estavam todos brincando, distraídos, sem foco, sem fazer nada de útil. Hoje, no entanto, eu pensaria duas vezes antes de sair imaginando qualquer coisa…

É claro que esse grupo poderia estar desfocado, jogando conversa fora, num momento de pausa. Mas eles também poderiam, muito bem, estar trabalhando – e muito! E rendendo horrores, muito mais do que se estivessem todos quietinhos, assistindo a uma apresentação, mexendo em seus próprios computadores etc. etc. etc..

Pensa comigo… Quando é que você rende mais: quando algo te diverte ou quando algo é maçante, chato, rotineiro?

 

Diversão é um Negócio Sério!

tranquility-2233620_1920Que fique claro que eu não estou dizendo que, para que algo ser divertido (e sério), temos de estar o tempo todo gargalhando, dando risada. Eu posso estar me divertindo e estar caladão. Posso, por exemplo, estar lendo um livro divertidíssimo, completamente concentrado, sem esboçar nenhuma grande reação.

A questão é que se divertir é um negócio muito, muito sério! Quando nos divertimos as coisas fluem com muito mais naturalidade. Não é algo travado: é um esforço que, muitas vezes, nos relaxa. As tarefas ficam mais leves, mais prazerosas. Conseguimos nos dedicar mais, colocar mais energia e isso acaba transparecendo no final.

… Não por acaso, a diversão é um dos componentes básicos para ativarmos a nossa Criatividade e levarmos uma Vida Essencial!

(Ah, falando nisso, os outros dois são o Desprendimento e o Desafio, ok?).

(E outra provocação: será que não tá aí uma das justificativas do por que as grandes empresas, principalmente do ramo tecnológico, têm repensado a maneira como trabalhamos? Home Office, horário flexível, salas de descanso, de jogos e lazer…).

 

É Tudo Diversão?

say-yes-to-the-live-2121044_1920Agora, evidente que nem toda diversão é igual; nem toda diversão é produtiva. Tudo depende de quem, da necessidade, da intenção, da forma, do que se está fazendo… E longe de mim querer afirmar quais são os tipos de diversão adequados para acionar a sua Criatividade. Isso é algo muito particular, muito único para cada um.

… Sendo assim, o que será que os nossos Mapas Astrais têm a dizer sobre essa busca por diversão? Quais serão as melhores (e mais divertidas) formas de expressar os nossos lados criativos?

Essas e outras questões que envolvem o uso da nossa Expressão Artística estão relacionadas com a Casa 5 (ou o 5º Campo de Experiência para Manifestação e Desenvolvimento do Eu).

 

Grande Arte

Eu falei, sim, de Expressão Artística porque, pra mim, Arte não é um campo que se restringe à pintura, escultura, literatura etc.. Arte, nesse meu linguajar, é um estado, um modo de agir, uma filosofia de vida. Fazer Arte é fazer algo alinhado à sua Essência, que faça sentido (e que sentido para outras ações!), que seja… divertido!

… Tocamos essa Arte quando entramos em Fluxo. fluxo

Fluxo, aquele estado em que usamos o máximo de nossos talentos, com o mínimo de esforço e gasto energético.

Óbvio que nem sempre é possível trabalhar ou estar nesse Estado de Fluxo. Ainda assim, essa é a busca. Eis um sinal de que estamos no caminho certo. Eis um ponto que ajuda a nortear nossas ações, para que sejam sempre mais artísticas, criativas e essenciais.

 

5ª Casa

Sempre que olhar para a 5ª Casa do seu Mapa Astral, então, lembre-se desse componente de leveza. Lembre-se da importância de trazer um pouco mais de diversão para o seu dia a dia (seja durante o tempo livre, seja durante o próprio trabalho, nas suas atividades profissionais). Lembre-se de que ali estão valiosas dicas sobre a sua busca por uma vida mais criativa, mais artística, mais autêntica e, por consequência, mais essencial.

… Quer saber qual a forma mais natural de trazer à tona o seu lado criativo?

… Quer um indicativo do tipo de ação que favorece a sua autoexpressão?

… Quer entender qual é o caminho mais verdadeiro para conseguir se divertir, no que quer que esteja fazendo?

Olhe para a 5ª Casa, para o Signo no qual ela desponta e para os Planetas que nela estão inseridos! Aí encontrará muitas pistas…

… Ah, e lembre-se de se divertir nessa busca, sempre, né? Ajuda e muito!

 

E aí? Gostou?

… Já parou, aliás, para pensar no que te diverte?

Deixa um comentário, compartilha e vamos em frente!

 

Até o próximo artigo…

 

Lucas M Esher

 

Este é o sexto artigo de uma série. Para ter uma visão mais aprofundada sobre o uso de um Mapa Astral, leia os textos anteriores nos seguintes links:

  1. O Que Você Está se Perguntando?
  2. Como me Distinguir dos Outros?
  3. Quais São os Meus Pontos Fortes?
  4. Como Viver Melhor os Meus Encontros?
  5. Como Encontrar o Equilíbrio?

 

Deixe uma resposta